Importância da microbiota saudável na prevenção do câncer de intestino

O câncer colorretal (CCR) é um dos mais comuns e letais. Sua incidência vem aumentando apesar de ser um tipo de câncer que pode ser prevenido e com chance de cura alta, se descoberto no início. Estudos que comparam dietas ricas em gorduras, carnes e produtos processados com a dieta mediterrânea ou com dietas orientais, baseadas em peixes, frutas, vegetais e grão integrais fornecem evidências de que o segundo tipo é mais protetor contra o câncer colorretal.

gut-health-cancer-link-exposed.jpg

Moléculas bioativas derivadas de vegetais desinflamam, combatem radicais livres e mantém a microbiota intestinal saudável. Estudos mostram que as bactérias presentes no intestino influenciam o desenvolvimento de tumores colorretais. Várias pesquisas destacam a interação entre a genética, a saúde humana, a iniciação e progressão de tumores intestinais (Song, & Chan, 2017).

Células do cólon são alvo de algumas toxinas produzidas por bactérias ruins. Por isso, é muito importante manter o intestino cheio de bactérias boas consumindo alimentos fermentados (ou tomando probióticos, sob orientação de nutricionista). Além disso bactérias boas precisam ser bem alimentadas. Adoram as fibras das frutas e verduras (Bultman, 2016).

Dietas ricas em gordura vem sendo pesquisadas para a prevenção e tratamento do câncer. Porém, no caso do câncer de intestino a dieta cetogênica não mostra boa eficácia. Isto porque o excesso de gordura aumenta a síntese de ácidos biliares no fígado e sua liberação na luz intestinal. Ali, os ácidos biliares estimulam o crescimento e a atividade de bactérias ruins que aumentam o risco de câncer (Ocvirk & O'Keefe, 2017).

Em caso de dúvidas procure um nutricionista. Existem muitos especialistas em câncer no mundo e a dieta deve ser adaptada de acordo com as necessidades da pessoa, sua bioquímica e genética. Além disso, existem muitos tipos de câncer. Não são todos iguais e não há uma dieta que funcione igualmente para todos eles. Existem evidências de que a dieta cetogênica seja um bom tratamento do câncer de cérebro e próstata. Evidências são limitadas em outros tipos de câncer como estômago e fígado. Saiba mais sobre a dieta cetogênica:

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar envie uma mensagem: http://andreiatorres.com/contato/