Obesidade e déficit de atenção

Pesquisas mostram que o transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) ocorre mais frequentemente em indivíduos obesos do que na população em geral, talvez porque esses transtornos possam prejudicar gravemente o controle dos impulsos. inclusive para comer. Revisão de prontuários médicos de pacientes obesos mostrou que um em cada quatro sofria de TDAH, o que aumentava a impulsividade e a dificuldade de manter uma alimentação saudável (Altfas, 2002). Outro estudo mostrou que homens diagnosticados com TDAH na infância eram mais pesados do que pessoas típicas na fase adulta (Cortese & Vincenzi, 2012).

TDAH.jpg

Mesmo após tantos anos de pesquisa o TDAH ainda gera muitas controvérsias. Seria um verdadeiro distúrbio ou uma coleção de comportamentos naturais que não são tolerados no mundo atual tão exigente? Administrar família, trabalho, estudos, tarefas domésticas, cuidados com a saúde, pressões estéticas pode ser muita coisa, o que geraria maior hiperatividade em a algumas pessoas.

Caso características comuns do TDAH (desatenção, hiperatividade, esquecimento, impulsividade, ansiedade) estejam aumentando o consumo de alimentos (em quantidade e com baixa qualidade) uma avaliação será necessária. O nutricionista fará parte da equipe interdisciplinar, que também pode incluir neurologia, psiquiatra e psicólogo. Nestes casos, o tratamento nutricional isolado não costuma funcionar.

A própria pessoa pode saber que precisa comer menos, excluir alimentos ultraprocessados do cardápio e se exercitar mais. Por isso, bons hábitos alimentares precisam ser adotados por toda a família; assim como a prática de atividade física. Porém, no caso do TDAH a obesidade é uma questão mais psicológica do que fisiológica. Os estudos enfatizam que crianças diagnosticadas com TDAH precisam ser monitoradas para o risco de obesidade a longo prazo. A revisão do estilo de vida também é fundamental. Atividades excessivas e muito estresse agravam o quadro. Mais sobre o TDAH:

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar envie uma mensagem: http://andreiatorres.com/contato/
Tags