Quantos quilos de gordura é possível perder em um mês?

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar envie uma mensagem: http://andreiatorres.com/contato/

Coaching de emagrecimento e grupo de emagrecimento online

Na maior parte dos países industrializados, mais de 50% da população encontra-se acima do peso. Por que é tão difícil manter a forma? Por que a vida acontece. Trabalho, estudo, familia, vida social. Temos muitas atividades e nem sempre conseguimos colocar a saúde como prioridade. Por isso, informação e estímulo são tão importantes.

Em meu blog você encontra mais de 100 textos sobre emagrecimento saudável. Mas, falar de dieta não é suficiente. Nosso lado racional pode desejar emagrecer para melhorar a saúde, reduzir dores, aumentar a autoestima etc.

Por outro lado, a comida é muito mais do que nutrição. É prazer, é conforto. Se começamos a restringir demais podemos acabar desenvolvendo compulsão alimentar. Em vídeos do youtube discuti as causas da compulsão alimentar algumas vezes. 

what-you-need-to-know-about-binge-eating-disorder.jpg

Meu nome é Andreia Torres, sou nutricionista formada pela Universidade de Brasília em 1997. Fiz mestrado em nutrição humana (obesidade), doutorado no instituto de psicologia clínica e cultura e pós-doutorado em saúde coletiva. Também sou especialista em práticas integrativas, coaching e yoga e integro em meu trabalho o que há de melhor nestas áreas para auxiliar meus clientes a emagrecerem. Não dá para falar só de receita saudável (falaremos sobre isso também, claro). Mas precisamos aprofundar. Precisamos discutir as causas da compulsão, as emoções, a rotina, as metas, a saúde como um todo. Faço isso de duas formas: consultoria individual ou grupos online.

No grupo online você terá, a partir de janeiro/2019, diariamente acesso a um novo material com dicas, receitas, vídeos motivacionais e/ou estratégias para um 2019 mais saudável. E claro, caso deseje descontinuar o processo poderá sair do grupo a qualquer momento. Sem precisar dar nenhuma justificativa.

Alguns tópicos abordados no grupo:

  • Insulina e emagrecimento

  • Atividade física e emagrecimento

  • Yoga e meditação para o emagrecimento

  • Estratégias para reduzir a compulsão alimentar

  • Coaching para mudança

  • Técnicas motivacionais

  • Deficiências nutricionais e ganho de peso

  • Disbiose intestinal e obesidade

  • Tratamento da inflamação

  • Problemas estéticos

  • Técnicos de neurofeedback

  • Reprogramação emocional

  • Autoestima e emagrecimento

  • Receitas fáceis e saudáveis

Ao inscrever-se você receberá (por email) acesso ao link para entrar no grupo. Receberá de segunda a sexta materiais em áudio, vídeo ou receitas saudáveis. Não perca essa oportunidade. Minha consulta individual custa R$ 300,00/mês (mínimo de 3 meses de acompanhamento) mas o grupo possui o valor especial de apenas R$ 100,00/mês e você pode cancelar a qualquer momento.

Prefere ser atendido individualmente?

Para quem não deseja o apoio de grupos, o trabalho pode ser feito individualmente. Como?

  • Você terá 3 sessões individuais comigo (1 por mês, online);

  • Caso deseje, receberá um plano alimentar personalizado;

  • Se forem identificadas carências nutricionais receberá a prescrição individualizada de suplementos alimentares.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar envie uma mensagem: http://andreiatorres.com/contato/

A dieta mental do Yoga

Yoga-Diet-And-Poses-For-Weight-Loss1.jpg

Muita gente sabe que pode melhorar a alimentação. Tem gente que sabe que precisa comer mais frutas, tem gente que sabe que precisa comer mais verduras, ou tomar mais água, ou beber menos refrigerantes, ou emagrecer, ou excluir o que está fazendo mal...

Tem gente que já está com glicose, colesterol ou substâncias inflamatórias aumentadas ou descobriu um câncer. Ou seja, a hora é agora. Na linguagem do yoga dizemos que é o momento de definir o sankalpa (a intenção) e mudar os  hábitos.

Esta é a parte fácil. Todo mundo já fez promessas de ano novo. O desafio mesmo é se manter firme no propósito. A meditação diária ou práticas de mindfulness são particularmente úteis durante transições. São o momento de parar, olhar para dentro e decidir não se sabotar, decidir pelo que é melhor a curto, médio e longo prazos. A meditação também aumenta o fluxo sanguíneo cerebral e ativa áreas que controlam os impulsos e aumentam a força de vontade. Assim, escolher alimentos que fazem bem fica muito mais fácil. 

A prática completa do yoga (incluindo técnicas corporais e respiratórias) ajuda a desestressar, reduzindo a secreção de cortisol, hormônio que aumenta a compulsão alimentar e a deposição de gordura abdominal. 

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar envie uma mensagem: http://andreiatorres.com/contato/

Culto à dieta saudável: qual é o limite?

Screen Shot 2017-12-21 at 12.17.06 PM.png

Qual dieta seguir? A da pirâmide, a vegana, a ovo-lacto-vegetariana, Atkins, Dukan, mediterrânea, cetogênica, paleo, nenhuma...?  Isso é algo que só você pode saber. Conhecendo o próprio corpo, sabendo como você deseja se sentir hoje e daqui a 30 anos e se informando sobre nutrição e saúde você poderá fazer escolhas bem informadas. Isso é importante, nutricionistas ajudam mas ninguém melhor que você para saber o que funciona no seu corpo, com a genética e metabolismo que só você tem. Profissionais de saúde dão apoio, traduzem a ciência para você, estimulam mas não deixe na mão dos outros algo que diz respeito só a você.

Quando falo em outros preciso incluir aqui o conjunto de pessoas que não entendem nada de nada e que também darão pitaco na sua vida, seja porque você deixa, seja porque você procura.

Existem as pessoas que vão dão sugestões pois se preocupam com você (mãe, tia, amiga, vizinha...). Mas tem gente que ainda vai atrás da opinião de alheios em posts do Instagram, facebook e outras redes sociais. Tem muita coisa legal por aí. Mas o que mais tem é dieta maluca, extremista. Quem não conhece o próprio corpo e como ele reage a cada mudança corre o maior risco de se deixar por promessas mirabolantes. E algumas parecem fazer sentido. Vemos por exemplo uma geração "saudável" que só consome orgânicos, nada de fritura, nada de industrializados, nada de doces, nada de glúten, nada disso ou daquilo...

E existe uma linha entre a preocupação com a saúde e a neurose. A obsessão pela dieta saudável pode revelar uma desordem psiquiátrica conhecida como ortorexia. Se não há alimento saudável a pessoa pira, se come um bombonzinho uma vez por ano se mata de culpa, se pune. As consequências desse extremismo podem incluir doenças, carências de nutrientes, desnutrição, estresse físico e mental. O problema, claro, não é se alimentar de forma saudável mas sim como isto está influenciando sua saúde.

Marilyn Monroe teve várias fases (como a maioria das pessoas). Já esteve mais malhada, mais magra e mais cheinha. Mas sempre transbordava confiança e sensualidade, como nessa foto. Por isso, até hoje é considerada uma das mulheres mais bonitas da história do cinema. Cuide-se porque se ama e não para seguir um padrão imposto de fora.

Marilyn Monroe teve várias fases (como a maioria das pessoas). Já esteve mais malhada, mais magra e mais cheinha. Mas sempre transbordava confiança e sensualidade, como nessa foto. Por isso, até hoje é considerada uma das mulheres mais bonitas da história do cinema. Cuide-se porque se ama e não para seguir um padrão imposto de fora.

A alimentação deve ser fonte de prazer e saúde e não de estresse e doença. Para saber se os cuidados estão sendo excessivos preste atenção em sinais clínicos como queda de cabelo, problemas de pele, funcionamento intestinal, nervosismo, falta de energia, tristeza, angústia, medos desproporcionais (de desenvolver diabetes, de ter câncer, de infartar, de morrer) depressão.

Também observe o impacto que a dieta tem na sua vida social. Você deixa de fazer as coisas que ama, de estar próximo das pessoas que mais te fazem bem para não sair da dieta? Como isso influencia sua vida/suas emoções/sua felicidade? O alimento controla seu dia inteiro? Você dorme pensando no que irá comer no café da manhã? Toma café da manhã já preocupado com a refeição do resto do dia e onde conseguirá todos os alimentos saudáveis que precisa? Passa fome se não houverem opções que você considera saudáveis disponíveis à mesa? Você julga o que os outros comem?

Os seres humanos podem prosperar com dietas muito diferentes. A pessoa que viveu até os 90 anos em Minas Gerais consumiu durante a vida uma dieta bem diferente da pessoa que viveu até os 90 anos no Japão. Somos adaptáveis e podemos acomodar nossas preferências em um plano alimentar nutritivo.

"Faça do seu alimento seu remédio e do seu remédio seu alimento". A galera saudável adora essa frase de Hipócrates. Também gosto mas vamos lá: Hipócrates foi sim uma figura muito importante na história da medicina porque foi um dos primeiros a afirmar que as doenças eram causadas por processos naturais e não pela punição dos deuses. Ao mesmo tempo Hipócrates e seus seguidores também acreditavam na teoria humoral, a idéia de que todas as doenças resultam de um desequilíbrio entre sangue, fleuma, bílis amarela e bílis negra. Bem, de lá para cá a ciência evoluiu bastante.

image.jpg

O alimento continua sendo uma forma importante de nos cuidarmos. Existem evidências suficientes de que frutas, verduras, castanhas, sementes, ervas, condimentos e especiarias dentre tantos outros alimentos fazem um bem danado. Devem estar presentes na alimentação se queremos viver mais e melhor. Ao mesmo tempo não previnem tudo nem curam tudo. Temos data de validade e a opção de colocarmos em nossa boca coisas que alimentam nosso corpo e nossa alma.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar envie uma mensagem: http://andreiatorres.com/contato/