Ervas aromáticas - Louro

louro-hd.jpg

Embora as causas do Diabetes Mellitus tipo 2 (DM2) e doenças cardiovasculares sejam multifatoriais, a dieta assume um papel importante para controle e prevenção dessas enfermidades. Os componentes nutricionais presentes na alimentação têm papel benéfico para prevenção e tratamento, embora os mecanismos pelos quais eles agem não sejam bem definidos. No entanto, é sabido que determinados condimentos assumem papel importante para esse controle.

O louro (Laurusnobilis L) é um arbusto aromático grande, nativo da Ásia Menor e cultivado no sul e sudeste do Brasil. Suas folhas são largamente empregadas na culinária de vários países como condimento tanto de pratos doces como salgados. Combina bem com sopas, peixes, carnes e aves. Uma folha basta para aromatizar o prato. (Sakurai et al., 2016).

As folhas de louro possuem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, melhorando o metabolismo da glicose e de lipídios. Seu óleo essencial é muito utilizado na indústria como aromatizante com efeitos sedativos, além de combater os radicais livres que aceleram o envelhecimento e ter ação fungicida, bactericida e parasiticida. 

Dica: Colocar folhas de louro no cozimento do feijão diminui as lectinas (responsáveis pelos gases).

Compartilhe e ajude este trabalho a continuar.
Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar envie uma mensagem: http://andreiatorres.com/contato/
Tags