Suplementação de EGCG reduz dismorfia facial em pessoas com síndrome de Down

Pessoas com síndrome de Down (trissomia do 21) apresentam características faciais diferenciadas como olhos puxados, cabeça achatada na parte de trás, nariz pequeno e achatado, orelhas pequenas e localizadas na linha abaixo dos olhos, céu da boca encurvado e com menor número de dentes.

 Fonte da imagem:  Starbuck et al., 2014

Fonte da imagem: Starbuck et al., 2014

Indíviduos com síndrome de Down também apresentam maior assimetria quando comparados aos seus irmãos típicos (Starbuck et al., 2014).

Estudo recente publicado por Rafael de la Torre e colaboradores (2018) mostrou que a suplementação de epigalocatequina-3-galato, flavanol presente no chá verde pode reduzir as dismorfias na SD. O estudo, conduzido em camundongo mostrou que o uso do EGCG antes e após a gestação melhora o desenvolvimento facial. Contudo, altas doses de EGCG não foram benéficas. Em humanos, a suplementação de EGCG desde o início da vida reduziu a dismorfia facial de pessoas com SD.

Mais pesquisas são necessárias nesta área. No próximo sábado (26/05/18) iniciaremos a turma de atualização em nutrição na síndrome de Down. Inscreva-se: https://bit.ly/2KDYHTe

Screen Shot 2018-05-19 at 2.50.37 PM.png
Compartilhe se achou interessante.
Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!