Cozinhar é uma experiência social

1371614269741.jpg

Comer é mais do que colocar nutrientes para dentro, é  uma atividade social, assim como cozinhar. Como a maior parte das pessoas não cozinha, quando chamar seus amigos para jantar acharão que você tem habilidades fantásticas e muito especiais. Enquanto cozinha você pode falar sobre a comida que você está fazendo, de onde vem, o que há de tão especial nela, quais ingredientes você está usando, quais são os segredos da receita. Você será um sucesso! Ou fale sobre o equipamento que está utilizando, suas facas, panelas...

Tem gente que sempre gostou de cozinhar mas aí os filhos saíram de casa, ou se divorciou, ou enviuvou. Infelizmente, junto o prazer de entrar na cozinha também pode desaparecer. De fato, preparar comida só para um não é tão divertido. Por isso, continue chamando os amigos para comer. Ou saia para comer com eles. Idosos solitários tem um risco muito maior de desnutrição e de carências de micronutrientes devido à monotonia alimentar. Não é culpa deles, as pessoas não se esforçam quando comer não é mais uma experiência social.

A solidão é apenas parte do desafio da nutrição quando uma pessoa mora sozinha. A depressão também pode reduzir o apetite. A imobilidade, o declínio de habilidades e da capacidade de raciocínio também fazem muitos idosos esquecerem-se de comer ou de como preparar os pratos favoritos. Medicamentos de uso contínuo também podem modificar o paladar reduzindo o prazer de comer. Dificuldade de transporte ou financeiras também reduzem a compra de alimentos saudáveis.

A má alimentação aumenta o risco de má digestão, problemas ósseos, fadiga. Se você mora perto de um idoso dê aquela mãozinha! Convide-os para comer com você ou ofereça-se para comprar alimentos (ou prepará-los). Fazer bastante e congelar também é uma opção. Se você tem avós por perto, convide-os para almoçar. Eles comem melhor quando os netos estão por perto.

Se você mora sozinho e compra muitos alimentos processados (sopas prontas, legumes enlatados ou congelados), pelo menos adicione a eles alimentos frescos. Por exemplo, adicione ervas, temperos naturais às sopas. Adicione uma salada ao seu sanduíche. E force-se a ter contato social. Que tal entrar em uma aula de pintura, em um clube de leitura ou em aulas de yoga? Você fará amigos e poderão comer juntos!

Tente não pular refeições. Se no final, não tiver mesmo vontade ou tempo de cozinhar faça pelo menos uma refeição líquida saudável. 

Exemplo de shake saudável

  • 120 a 180 ml de água

  • 120 a 180 ml de leite de coco
  • 1 dose de whey protein ou proteína vegetal em pó
  • 1/2 xícara de morangos ou mirtilos congelados ou frescos
  • 1/4 de abacate
  • 1 xícara de couve
  • 4 cubos de gelo

Bata tudo no liquidificador até obter uma mistura leve e cremosa. Terá um copão com gorduras saudáveis, proteína, vitaminas e minerais. Tim-tim!

Não esqueça de compartilhar.
Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!
Tags