Um em cada quatro brasileiros sofre com anemia

Segundo o ministério da saúde, a anemia atinge 25% dos brasileiros. A deficiência de ferro é a causa mais comum de anemia nutricional, seguida da anemia megaloblástica por deficiência de ácido fólico. Apesar de serem mais comuns entre grupos populacionais de baixo poder aquisitivo, sua ocorrência também tem sido observada nas demais classes sociais.

Os principais sintomas da anemia ferropriva são:

  • Fadiga e desânimo

  • Cansaço aos esforços

  • Palidez da pele e mucosas

  • Tontura e sensação de desmaio

  • Dor de cabeça

  • Dor nas pernas

  • Queda de cabelo

  • Unhas fracas

  • Manchas brancas nas unhas

  • Falta de apetite

  • Aceleração dos batimentos cardíacos (taquicardia)

  • Dificuldade de concentração

  • Lapsos de memória

  • Redução do desejo sexual

  • Comprometimento do desenvolvimento infantil

O diagnóstico é feito a partir do exame de sangue. O médico ou nutricionista solicitarão minimamente o hemograma e a ferritina. A anemia tem cura e as medidas de prevenção e combate consistem em melhoria dos hábitos alimentares, controle de parasitoses, fortificação de alimentos, suplementação (sulfato ferroso, ferro quelado ou ferro polimaltosado) ou medicação (como combiron, ferronil, hemoenin, neutrofer, noripurum etc).

Quanto às práticas dietéticas procure incluir em sua dieta fontes de ferro como carnes (principalmente vermelhas), leguminosas diariamente (como feijão e lentilha), folhosos (couve, brócolis, agrião, espinafre), abóbora, beterraba, seguidas do consumo de 1 fruta cítrica ou meio copo de suco de fruta cítrica.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar envie uma mensagem: http://andreiatorres.com/contato/
Tags ,