A nutrição como ciência integrativa

Nutrição Integrativa.jpg

Há anos venho estudado nutrição, psicologia, meditação, medicina ayurvédica e yoga. Minhas pós-graduação (mestrado, doutorado e pós-doutorado) foram em áreas multidisciplinares pois acredito em uma forma integral de ver o ser humano e sua relação com o mundo.

Mas a nutrição por si só já é integrativa. O alimento está intimamente associado à terra. A comida automaticamente nos integra ao meio natural, ao meio social, à estrutura agrícola e fundiária do país, ao modelo econômico e político.

Ao comermos determinados alimentos estamos escolhendo, mesmo sem saber, o tipo de país onde queremos viver. Um com mais ou menos vegetação, com mais ou menos biodiversidade, com ou sem floresta, com ou sem cogumelos, castanhas, açaí, palmito…

A proposta da nutrição integrativa é também a de cuidar das pessoas em todas as suas dimensões (física, mental-emocional, social e espiritual), resgatando a humanização do comer, gerando novos recursos terapêuticos no atendimento nutricional. O nutricionista atuante na área é um tutor que oportuniza a modificações de hábitos, com base não só nos recursos bioquímicos, genéticos, clínicos e antropométricos de cada um, mas também em valores e crenças. Para tanto, pode apoiar-se em técnicas diversas:

Esta abordagem considera as dimensões corpo, mente, emoções e alma, através da utilização da intuição, meditação, práticas corporais e respiratórias originadas inclusive de práticas ancestrais, como o yoga. O objetivo é apoiar o bem-estar integral, estimular o autoconhecimento,  a autoeducação, a autoestima, a autocura,  a conquista de metas, objetivos e propósitos de vida. 

Vem para refletir novas formas de pensar, incluindo áreas ou filosofias não privilegiadas no ocidente, mas que ao se somarem às teorias e conceitos da nutrição convencional contribuem para o bem-estar, para a longevidade, para a conexão com a natureza. A nutrição integrativa ajuda também a resgatar conhecimentos milenares de diversos povos e culturas admitindo novas interpretações do papel e efeito do alimento na vida do ser humano em todas as suas dimensões.

Se nada disso é novidade, qual seria então a inovação? A inovação é justamente conseguir colocar tudo isso na prática. Em vários dos meus cursos ligo teoria e prática e clicando nas imagens abaixo terá acesso a cupons de desconto exclusivos aqui do site:

Compartilhe conhecimento.
Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar envie uma mensagem: http://andreiatorres.com/contato/

Seu estado nutricional está ótimo?

O estado nutricional reflete o equilíbrio entre a ingestão de compostos importantes à saúde e as necessidades do corpo de uma pessoa.  A necessidade de nutrientes varia em função de fatores como a idade, sexo, estado fisiológico (crescimento, gestação, lactação), tipo e intensidade da atividade física e laboral e de condições especiais como a presença de doenças, inflamação, febre, estresse físico ou mental.

Já o consumo de alimentos depende da renda, de conhecimentos acerca da importância da dieta adequada, de habilidades culinárias, dos hábitos, da cultura, do acesso em quantidade e qualidade adequados. A capacidade de se alimentar, digerir e absorver alimentos também varia com a idade, com a presença ou não de doenças, com a adequada produção enzimática. O equilíbrio entre estes fatores propicia um estado nutricional ideal para o crescimento, desenvolvimento, reparo celular e uma vida saudável. Assim, um bom estado nutricional é muito mais do que estar gordo ou magro. Afinal, nosso nível de energia, nossa vitalidade, alegria de viver, tônus muscular, memória também dependem do bom estado nutricional. 

Fonte: Martins, 2009

Fonte: Martins, 2009

Desta forma, uma pessoa considerada bonita e em forma mas sem energia, com péssima digestão e humor não deveria ser classificada como estando com um ótimo estado nutricional. A nutrição integrativa preocupa-se então com muito mais do que o alimento. Busca apoiar cada pessoa na busca de uma vida saudável na mente e no corpo, satisfatória, prazerosa e feliz.

Conheça mais sobre a área integrativa neste curso gratuito disponibilizado na plataforma Udemy - https://www.udemy.com/coaching-de-saude

Um grande abraço!

Andreia

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar envie uma mensagem: http://andreiatorres.com/contato/