Lesões por uso crônico do aparelho celular (telemóvel, em Portugal)

O aparelho celular revolucionou no século XI as formas de comunicação. Ao reunir muitas funcionalidades em um só lugar facilitou nossa vida de inúmeras maneiras. Com ele conseguimos telefonar, enviar mensagens por texto, áudio e vídeo, acessar a internet, nos divertimos e pesquisamos. Além da comunicação rápida com parentes e amigos muitas pessoas usam também os aparelhos para fechar negócios e para trabalhar de qualquer lugar do mundo.

Mas… o uso incessante do aparelho também pode comprometer a saúde. A luz emitida pela tela afeta o ritmo circadiano, eleva a produção de cortisol, reduz a produção de melatonina e atrapalha o sono. Também pode aumentar a ansiedade, o estresse e sintomas depressivos.

Usar o celular enquanto dirige um automóvel é proibido. Apesar disso, é muito comum e aumenta o risco de acidentes. Fora isso, os problemas ortopédicos devido ao mal uso do aparelho são cada vez mais comuns. A digitação constante pode desgastar cartilagens das articulações (osteoartrite) gerando dor. O uso excessivo do dedo polegar pode causar lesões nos tendões, aumentando a dor que pode subir até o antebraço. Para aliviar faça pausas durante o dia ou use comandos de voz.

Pressionar os botões com muita força pode causar inflamação ao redor dos tendões aumentando a dor, formigamento e dormência nos dedos das mãos. Olhar para um aparelho eletrônico por longos períodos também pode levar a dores no pescoço e nas costas. A má postura também pode irritar o nervo occipital, onde a coluna se conecta à base do crânio, o que pode causar dores de cabeça.

Para aliviar as dores no pescoço e proteger a coluna evite passar muito tempo olhando para baixo. A cabeça é pesada (por volta de 6 kg) e quanto mais inclinada está mais pressão exerce sobre o pescoço, aumentando o risco de lesões.

20180208185550744795a.jpg

Para proteger-se use o celular em uma posição mais alta. A cada 1 hora pratique alguns alongamentos simples como a rotação dos ombros e pescoço. Em caso de muita dor procure um médico. Mas lembre-se: o uso de relaxantes musculares e analgésicos trata apenas sintomas e não a causa, que é o uso constante dos eletrônicos.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar envie uma mensagem: http://andreiatorres.com/contato/
Tags