Barreiras para o uso de aplicativos de saúde

Você já usou algum aplicativo relacionado à saúde (como RunKeeper, MyFitnessPal, Headspace)? Algumas pessoas nunca instalaram, outras instalaram e não usaram, outras usaram pouquíssimas vezes. Isso é normal, são várias as barreiras relatadas para o uso de tecnologias.

apps-carrot-fit-1-1475579540-fL5O-column-width-inline.jpg

Barreiras relatadas pelos usuários ou pacientes

  • Nem sempre as tecnologias são desenhadas de forma ótima. O design pode não ser convidativo, a estrutura de navegação pode não ser boa.
  • Podem ocorrer problemas técnicos. Bugs, conexão instável com a internet dificultam o uso. 
  • A informação fornecida pelo app não é adaptada para o usuário. Talvez as informações sejam muito gerais, muito específicas ou limitadas.
  • As informações são de difícil interpretação ou muitos jargões médicos e da área de saúde são utilizados.
  • Os usuários não sabem como usar uma tecnologia específica. 
  • As pessoas podem desejar um contato mais pessoal com os profissionais de saúde do que uma tecnologia de eSaúde pode oferecer.

Quando a tecnologia é voltada a profissionais de saúde outras barreiras podem se apresentar.

Barreiras relatadas por profissionais de saúde

  • Uma tecnologia que não é compatível com as outras utilizadas (por exemplo, prontuários eletrônicos) ou com fluxos de trabalhos existentes constitui-se uma barreira. Outro problema é quando o app possui funções pouco claras sobre como e onde armazenar dados.

  • Problemas técnicos também podem ser barreiras para os profissionais. Se um programa sofrer falhas regularmente, a relutância em usar a tecnologia aumenta.

  • Os profissionais de saúde podem ter medo de que a diminuição do contato pessoal mude drasticamente a natureza ou efetividade de seu trabalho. O medo de que a qualidade do atendimento diminua devido à falta de contato ou devido a um tipo diferente de contato também pode ser uma barreira importante, por exemplo quando uma grande quantidade de consultas face-a-face é substituída por contatos on-line.

  • A falta de habilidades sobre como usar uma tecnologia pode causar sentimentos de insegurança nos profissionais de saúde. 

  • Regulamentações e instruções sobre o uso da eSaúde nos processos de saúde podem não ser claras, por exemplo, como os cuidados on-line e off-line podem ser combinados.

  • Se uma nova tecnologia for iniciada e implementada inteiramente pela gerência, os profissionais de saúde podem sentir que sua opinião não é levada em conta, o que pode aumentar a resistência ao uso de novas tecnologias e aplicativos. Profissionais de saúde podem se sentir restritos em sua autonomia.

Assim, ao colocar uma tecnologia em prática, as barreiras enfrentadas pelos indivíduos têm que ser contabilizadas para garantir uma implementação bem-sucedida. Você consegue imaginar alguma outra barreira que possa ser relevante na implementação e uso de tecnologias em saúde?

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar envie uma mensagem: http://andreiatorres.com/contato/