Diferença entre óleos essenciais e óleos para uso culinário

Vários alimentos contém lipídios, como o azeite de oliva e os óleos de soja, milho, girassol, amêndoas. Lipídios também podem ser sólidos e são encontrados na gordura da manteiga, da banha, do abacate e do coco. Todos eles são nutritivos, fornecem calorias e possuem em sua composição ácidos graxos e vitaminas. São também pegajosos, podendo ser utilizados na culinária ou mesmo como hidratantes.

Já os óleos essenciais são diferentes. São considerados a essência da planta - líquidos concentrados que protegem e dão o aroma especial de flores, árvores, ervas, especiarias e arbustos. Não são pegajosos, não são nutritivos (não fornecem calorias, ácidos graxos ou vitaminas). Por outro lado, contém inúmeros fitoquímicos (substâncias ativas, com propriedades medicinais).

São predominantemente extraídos através de destilação a vapor. Devido a ser apenas necessário uma fonte de calor, água e a planta para os obter, são usados há séculos de todas as formas possíveis, incluindo na fabricação de perfumes. Na medicina são utilizados para a prevenção e tratamento de doenças. Tenho um curso online sobre este tema. Aprenda a usar os óleos essenciais de forma segura na pele, na aromatização de ambientes e até em receitas culinárias.

Compartilhe nas suas redes sociais.
Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar envie uma mensagem: http://andreiatorres.com/contato/