Para viver mais anos com saúde cuide do seu intestino

O intestino é um órgão fundamental para a saúde e o bem estar. Digere e absorve nutrientes, produz enzimas e substâncias protetoras do sistema imune. É também uma importante barreira que protege o corpo contra a invasão por bactérias ou toxinas. Essa barreira é mantida por mecanismos de defesa físico e imunológicos.

Increased_intestinal_permeability.png

A barreira física é dada pelas microvilosidades intestinais e pelas junções entre as células (tight junctions). O intestino também possui um muco que mantém as bactérias e suas toxinas afastadas da parede intestinal.

Os mecanismos imunológicos de proteção incluem a IgA secretória, linfócitos, linfonodos e a placa de Peyer que em conjunto formal o GALT (tecido linfático associado ao intestino). No entanto, esta barreira intestinal é bastante vulnerável a condições patológicas que aumentam a permeabilidade intestinal e a translocação bacteriana.

A permeabilidade intestinal refere-se à passagem de substâncias (por vezes com efeitos adversos) dos intestinos para a corrente sanguínea. A translocação bacteriana é definida como a passagem de microorganismos e seus subprodutos, através da mucosa epitelial, para o interior da lâmina própria e então, para os linfonodos mesentéricos e corrente sanguínea.  Com isso, o corpo inflama e doenças aparecem, aumentando a mortalidade.

Dieta inadequada, consumo excessivo de álcool, desidratação, uso abusivo de antiinflamatórios e/ou antibióticos são alguns dos fatores que comprometem essa barreira intestinal. Diabetes, derrame cerebral e infarto cardíaco estão entre os problemas associados a um intestino pouco saudável. 

Um dos marcadores da permeabilidade aumentada é a zonulina, uma das principais proteínas envolvidas na manutenção da integridade da barreira intestinal. Níveis elevados desta proteína no sangue constituem um marcador de permeabilidade intestinal. É interessante dizer que idosos que possuem uma microbiota saudável possuem níveis mais baixos de zonulina (Carrera-Bastos et al., 2018).  

Dentre os diversos estímulos que podem provocar a liberação da zonulina no lúmen intestinal, estão os desequilíbrios da microbiota (disbiose intestinal) e o consumo de glúten. No curso online sobre disbiose intestinal explico tudo que você precisa saber para manter seu intestino saudável e sua qualidade de vida em alta.

Compartilhe se achou interessante.
Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!
Tags