A escolha dos alimentos

Talvez você já tenha feito uma dieta para emagrecer, ou duas dietas, três? Dez? Isso na verdade é muito comum. Estudos mostram que, em geral, pessoas que perdem peso voltam a engordar em até 5 anos. Comemos quando temos fome, mas alem dos impulsos biológicos, também por razões cognitivas, emocionais, sociais e psicológicas.

fatores.png

Sem personalizar a dieta levando em consideração todos estes fatores, em geral, o corte de calorias sai pela culatra. Além do como, quando, quanto e o quê você come, é importante refletirmos sobre como você pensa sobre sua alimentação e como você gerencia os sentimentos relacionados a ela.

É importante organizar as refeições e seus horários. Porém, pense na sua alimentação como escolhas e não como algo forçado, ditado por algo externo (cultura, moda, médico, nutricionista, parente...). Também é importante separar a fome emocional da necessidade física. Não é errado comer mais em uma festa, em que está confraternizando com os amigos. Mas, a maioria das pessoas ao repetir excessos frequentemente, intercalados com privações extremas terá dificuldade em permanecer saudável física e mentalmente. O importante é descobrir o que funciona para você a longo prazo. Discuto mais sobre o tema e ensino técnicas no curso online "Alimentação Consciente":

Compartilhe se achou interessante.
Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!