Turismo gastronômico

Um dos maiores prazeres da vida é o de comer bem. Não é à toa que, após uma viagem, comentamos não só sobre os locais que visitamos e as pessoas com quem encontramos mas também sobre os pratos que saboreamos.

O Brasil é um país gigantesco, de muitos contrastes culturais e isto reflete-se, claro, na culinária de cada região. A diversidade de pratos, sabores e aromas é gigante e as pessoas viajam, também, para comer acarajé e bobó de camarão na Bahia, ostras em Florianópolis, frango com quiabo em Minas Gerais, pato no tucupi e tacacá no Rio Grande do Norte.

A gastronomia representa uma fatia importante do Turismo Cultural. Pesquisa feita pela plataforma Booking.com em 2018 mostrou que 40% dos respondentes afirmaram querer viajar justamente para experimentar a gastronomia de diferentes locais do Brasil. Isto não é de se admirar já que comer é uma das importantes e maravilhosas maneiras que temos ao nosso dispor para descobrirmos a cultura e o estilo de vida de uma região.

spanish-gastronomy-main.jpg

O turismo gastronômico é ainda muito importante para a população local já que oferece muitas oportunidades de emprego e promove a sustentabilidade dos produtos locais. No último mês saí de férias pela Espanha e Portugal, dois países com culinária variada e ótimos restaurantes. E você, gosta de viajar para se deliciar com comida boa?

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar envie uma mensagem: http://andreiatorres.com/contato/