Anormalidades tireoidianas em pessoas com Síndrome de Down

Problemas na tireóide são mais comuns em pessoas com síndrome de  Down. Estudos mostram que até a fase adulta 50% das pessoas com Síndrome de Down desenvolvem hipotireoidismo, independentemente do sexo, peso corporal ou questões autoimunes.

Nutrientes como zinco e selênio são fundamentais para o bom funcionamento da glândula e não podem faltar na dieta. Porém, as quantidades devem ser ajustadas para cada caso já que o excesso de zinco pode acelerar o estresse oxidativo no cérebro e o excesso de selênio gera cansaço, dores, fraqueza muscular, irritação, unhas e cabelos frágeis e com queda acentuada.

Discuto muitas questões relacionadas à suplementação de compostos específicos no curso online. Saiba mais aqui.

Gostou? Por favor, compartilhe.
Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!