Suplementação de vitamina E em crianças e adolescentes com síndrome de Down

Na síndrome de Down distúrbios metabólicos, como o estresse oxidativo e a disfunção mitocondrial tem sido observados e relatados na literatura científica. Como explicado em meu curso o tratamento destas condições é importante para a qualidade de vida destes indivíduos. 

O tratamento com antioxidantes tem sido sugerido por pesquisadores como uma forma de aliviar o estresse oxidativo. Um estudo colaborativo de pesquisadores da Inglaterra, China e Irã mostrou que a suplementação de vitamina E (alfa-tocoferol) e ácido lipóico, por 4 meses, reduz o estresse oxidativo (Nachvak et al., 2014) em crianças e adolescentes.

Outros estudos obtiveram resultados similares com a combinação de outros nutrientes como ácido folínico associado a antioxidantes, inclusive com aumento dos ganhos psicomotores e de linguagem.  As dosagens utilizadas nos estudos são em geral maiores do que as indicadas para a população neurotípica (no caso, sem síndrome de Down). 

Para maior individualização leva-se em consideração o consumo de nutrientes vindos da alimentação e os exames bioquímicos. Consulte um nutricionista.

Debateremos mais sobre este e outros assuntos no grupo de estudos “Alimentação e Suplementação na Síndrome de Down. Inscreva-se.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar envie uma mensagem: http://andreiatorres.com/contato/