Anemia em crianças com autismo

Estudo conduzido no Hospital de Clínicas de Porto Alegre evidenciou que a anemia é comum em crianças e adolescentes brasileiros com transtornos do espectro do autismo. A alta frequência de anemia encontrada (28%) indica a necessidade de rastreamento de rotina nestes indivíduos (Castro et al., 2016). As causas da anemia no autismo podem ser decorrentes da baixa ingestão de carnes e vegetais verde escuros, seletividade alimentar, picamalácia ou disbiose intestinal. A suplementação de ferro deve ser feita com supervisão médica e nutricional, apenas em casos de anemia já que outros estudos mostraram que o uso excessivo de suplementos de ferro pode contribuir para a deterioração de neurônios.

Para saber mais acesse o curso online: Alimentação e suplementação no autismo.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar envie uma mensagem: http://andreiatorres.com/contato/