Capacidade antioxidante dos alimentos

Além das tradicionais vitaminas antioxidantes, frutas e verduras contém ainda compostos bioativos protetores contra câncer, doenças cardiovasculares e diabetes. Dependendo do composto ou combinação de compostos presentes o alimento terá uma atividade mais ou menos pronunciada. Por exemplo: a capacidade antioxidante do cravo é maior que da canela que é maior que a da pimenta que é maior que do gengibre e assim por diante:  Cravo > Canela > Pimenta > Gengibre > alho > Hortelã > Cebola. 

O ideal é ter uma dieta bem variada com pequenas quantidades de vários alimentos benéficos. Abaixo opções de alimentos protetores e seus respectivos compostos bioativos:

  • Alecrim (luteolina, esperidina, camosol, rosmariquinona);
  • Alfafa (quercetina);
  • Alfavaca (eugenol);
  • Castanha-do-Brasil (compostos fenólicos);
  • Cevada (glicosilisovitexina, flavan-3-ol);
  • Gengibre (gingerol, diarilheptanóides);
  • Mostarda (ácido 3-5-dimetoxi-4-hidroxicinâmico metil éster, ácido caféico, ácido catequínico);
  • Orégano (apigenina, eriodictol, diidrocapferol, diidroquercetina, ácido rosmarínico);
  • Pimenta (quercetina, luteolina);
  • Sálvia (ácido carnósico, rosmadial, rosmanol, carnosol, epirrosmanol).
Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!